.

.

.

.

.

.
Loading...

Marido mata a mulher e executa o vice-prefeito do município de Choró

Vice-prefeito foi morto dentro do gabinete
Vice-prefeito foi morto dentro do gabinete












O corpo de uma mulher foi encontrado dentro de um freezer na casa do suspeito de assassinar o vice-prefeito do município de Choró, a 155 quilômetros de Fortaleza, Sidney Cavalcante, na tarde desta terça-feira (24).
Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o homem identificado como Francisco Roberto Oliveira, 46 anos, disse à polícia que assassinou a mulher e pôs o corpo dentro de um freezer em uma casa em Fortaleza antes de ir a Choró, onde manteve o vice-prefeito refém por mais de duas horas na sede da prefeitura.
O corpo da mulher identificada como Maria Elisângela Gomes Lemos estava no apartamento onde ela e o suspeito moravam, no Bairro Parangaba, em Fortaleza. Ainda de acordo com a SSPDS, o homem falou aos policiais durante as negociações para libertar o refém que o vice-prefeito mantinha um caso com a mulher dele e que estava cometendo os crimes por vingança. Após a confissão, o homem deu um tiro na própria cabeça e foi levado em estado grave para um hospital da região.
 
O homem invadiu o Centro Administrativo Expedito Quirino Borges, sede da Prefeitura Municipal de Choró, fez o prefeito de refém e assassinou o político a tiros
O crime
Segundo a polícia Sidney Cavalcante (PT) foi rendido por um homem armado no fim da manhã desta terça-feira. O homem manteve o vice-prefeito refém por mais de duas horas em uma das salas do prédio da Prefeitura de Choró. Policiais tentaram negociar a libertação do refém, mas encontrou os dois mortos dentro da sala quando invadiu o local.
Negociações
Durante as negociações, o prédio havia sido isolado pela Polícia Militar e equipes do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) enviadas ao local para conduzir a tentativa de liberação do refém.
No início da tarde desta terça, policiais militares tentaram invadir a sala onde o vice-prefeito era mantido refém, mas recuaram após ouvirem oito disparos de armas de fogo. Após a invasão, os dois foram encontrados mortos.
Sidney Cavalcante de Sousa, tinha 42 anos, foi morto com vários tiros dentro do gabinete onde trabalhava
 
Francisco Roberto Oliveira, o 'Júnior Moura', atirou contra a própria cabeça depois de matar a mulher, Elisângela Gomes, 35 anos, e o vice-prefeito de Choró

G1, com fotos do Diário do Nordeste

0 comentários Em:Marido mata a mulher e executa o vice-prefeito do município de Choró

Faça seu Comentario!

Ultimas Notícias

Comentarios

Entretenimentos