.

.

.

.

.

.
Loading...

Jovem cabo da Marinha é morta em tentativa de assalto pouco antes de viagem para o carnaval na Zona Norte do Rio


Monique tinha 24 anos e trabalhava na loja do cunhado Foto: Reprodução do Facebook
Ana Carolina Torres e Fabiano Rocha
Uma jovem de 23 anos morreu numa tentativa de assalto ocorrida no fim da noite desta quinta-feira na Rua do Amparo, em Cascadura, na Zona Norte do Rio. Segundo testemunhas, a cabo da Marinha Monique Santanna dos Santos Nascimento estava em casa quando dois bandidos armados abordaram um grupo de amigas dela que colocavam as malas no carro - elas viajariam para Cabo Frio, na Região dos Lagos, onde passariam o carnaval. Atraída pelo barulho, a garota saiu de casa e foi até o portão. Ao abri-lo, fez um barulho que chamou a atenção dos criminosos. Foi quando um deles atirou e a acertou no peito.
O pai de Monique sentado em frente ao IML
O pai de Monique sentado em frente ao IML Foto: Fabiano Rocha / Extra
Depois de ferida, a jovem ainda foi levada para o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, também na Zona Norte, mas não resistiu ao ferimento. As amigas da jovem não se machucaram. Os dois bandidos fugiram.
- Ela tinha marcado com as amigas na minha casa. Pararam o carro em frente ao portão. Começaram a tirar algumas malas e arrumá-las. Os dois indivíduos chegaram a pé. Não havia quase ninguém na rua, porque era tarde, umas onze horas. Eles viram as meninas e as abordaram na frente do portão. Pegaram celulares, as chave do carro e as meninas entraram correndo e bateram o portão. Minha filha foi ver o que estava acontecendo e os caras atiraram, fugindo depois - contou o pai da militar, Osanildo Magal.
Segundo ele, Monique era a caçula de três filhos.
- Tiraram metade da minha vida. E eu não culpo os bandidos por isso. Culpo os governantes. Eu sou um pai de família que culpa a presidente Dilma e o governador Pezão pela morte de sua filha. Os bandidos estão aí porque eles estão deixando. São incompetentes, não tomam providências na área de segurança. Minha mágoa maior é com o abandono da nossa segurança. Nós pagamos nossos impostos em dia. Agora eu estou aqui no IML e só Deus sabe que horas vão liberar o corpo para a gente poder enterrar - desabafou Osanildo.
A jovem era cabo da Marinha
A jovem era cabo da Marinha Foto: Reprodução do Facebook
Além de cabo da Marinha, Monique ajudava na loja de roupas do cunhado e terminava a faculdade de Odontologia. Na manhã desta sexta-feira, o cunhado dela postou uma mensagem de pesar em seu perfil no Facebook: “Desejo informar que a Lizzie não irá funcionar hoje, 05/02, e nem amanhã. Estamos em luto!”.
A jovem levou um tiro no peito
A jovem levou um tiro no peito Foto: Reprodução do Facebook
Um conhecido de Monique contou ao EXTRA que era ela uma garota alegre, que gostava de se divertir com as amigas:
- Ela era uma menina linda, super alto astral. Estava sempre rindo, cheia de vida, dava gosto de ver. Isso que aconteceu foi uma covardia. Lamentável.
As investigações do caso ficarão a cargo da Divisão de Homicídios (DH). A assessoria de imprensa da Polícia Civil informou que, de acordo com o delegado Fábio Cardoso, titular da unidade, "um inquérito foi instaurado para apurar as circunstâncias da morte de Monique Santanna dos Santos Nascimento. Foi realizada pericia no local e testemunhas estão sendo ouvidas. Diligências estão sendo realizadas em busca de informações que ajudem nas investigações".
Monique será enterrada neste sábado, no Cemitério Raiz da Serra, em Piabetá, na Baixada Fluminense, às 10h.

Riacho em Foco com G1 Rio


0 comentários Em:Jovem cabo da Marinha é morta em tentativa de assalto pouco antes de viagem para o carnaval na Zona Norte do Rio

Faça seu Comentario!

Ultimas Notícias

Comentarios

Entretenimentos