.

.

.

.

.

.
Loading...

'Foi uma surpresa', afirma gerente que ajudou no resgate da cantora Sandy

Artista de Campinas e a mãe tiveram que subir no teto de carro.Ela ia para Viracopos, mas ficou presa em alagamento nesta quarta.
Roberta SteganhaDo G1 Campinas e Região
Carro após a água começar a baixar em Campinas (Foto: VC no G1)Carro de Sandy após a água começar a baixar em Campinas (Foto: VC no G1)
"Chegando perto do carro, aí sim a surpresa quando a gente viu que era a mãe dela. A mãe dela saiu pelo teto solar. A Noely saiu primeiro pelo teto e a Sandy pela janela, nós retiramos pela janela", conta o gerente Heder Silva, de 34 anos, que participou do resgate de Sandy, no bairro Gramado, em Campinas (SP). Durante um temporal que atingiu a cidade nesta quarta-feira (23), ela e a mãe, Noely Lima, ficaram ilhadas no carro da família e precisaram ser socorridas pelos funcionários de um restaurante, que fica próximo ao local onde o veículo parou.
A cantora estava a caminho do Aeroporto Internacional de Viracopos, onde embarcaria para o Rio de Janeiro, para participar nesta manhã de quinta-feira (24) do programa “Encontro com Fátima Bernardes, da TV Globo, mas não conseguiu porque perdeu o voo.
Foi uma surpresa quando vi a mãe dela em cima do carro. Olha eu tenho 1,80 m e a água tava quase no meu peito"
Heder Silva, gerente
Muita água
Segundo o gerente do restaurante, com o temporal na cidade por volta das 19h, a água na região começou a subir muito rápido e muitos carros tiveram dificuldades para atravessar o trecho que dá acesso ao bairro Gramado.
"Embaixo do viaduto da Rodovia Magalhães Teixeira, a água começou a subir, que é o único acesso ao bairro Gramado. É uma bacia, então vem água de todo lado. Aí os carros começaram a parar, alguns se arriscavam a passar e nisso a gente percebeu que um tentou passar e não conseguiu e a água começou a subir muito rapidamente", conta.
Sandy Carro (Foto: Reprodução /  TV Globo)Sandy fica presa em carro durante alagamento em Campinas (Foto: Reprodução / TV Globo)
Resgate
Ao perceber que o carro estava parado e a água não parava de subir, Silva explica que ele e os funcionários Frederico Fernandes, Felipe Marin e Justino Ferrero, resolveram ir até mais perto do veículo para ver se as pessoas precisavam de ajuda e se surpreenderam ao encontrar a mãe da cantora Sandy.
"Esse local é bem na frente do bar. Aí a gente foi lá ver o que aconteceu. Foi uma surpresa quando vi a mãe dela em cima do carro. Olha eu tenho 1,80 m e a água tava quase no meu peito. O Felipe que era o mais alto chegou até o carro e o motorista dela, que tava lá, tava ajudando. O Felipe pegou a mãe dela e entregou para o Fred e eles trouxeram ela até a entrada onde eu estava, e eu recepcionei ela e levei para dentro do restaurante", explica.
Depois, segundo o gerente, os funcionários retornaram até o carro para retirar Sandy. "Voltou e pegou a Sandy e trouxe também até uma altura onde ela poderia caminhar. Aí, trouxemos ela para dentro do restaurante, demos suporte. Inclusive, eu emprestei meu celular para Noely poder ligar para o Xororó. Ela conseguiu falar com ele e ele veio buscá-las", destaca.
Volume grande de água
Silva conta ainda que 20 minutos após o resgate, a água começou a baixar, mas o carro só foi retirado do local por volta das 23h. Ele ressalta também que foi a primeira vez que presenciou um volume tão grande de água naquela região em pouco tempo e que ele e os funcionários ficaram felizes em poder ajudar.
"Foi um susto para a gente, a água tava chegando até no restaurante. Mas, a gente não fez nada mais que qualquer cidadão poderia fazer numa situação daquela. Foi super normal cuidar deles, como seria de qualquer pessoa", finaliza.
Fomos socorridos por pessoas que estavam próximas ao local, e graças a Deus, estamos bem!"
Sandy
Susto
Por meio de sua assessoria de imprensa, Sandy disse ao G1 pela manhã que apesar do susto, estava bem.
“Passamos um grande susto com a forte chuva que caiu aqui em Campinas. Estávamos a caminho do aeroporto e um ponto de alagamento parou nosso carro (..). Fomos socorridos por pessoas que estavam próximas ao local, e graças a Deus, estamos bem!", conclui.
Problemas na cidade
Vários bairros de Campinas tiveram problemas com a forte chuva nesta quarta-feira. Na região do Jardim Proença, o jogo do Campeonato Paulista entre Ponte Preta e Mogi Mirim, marcado para 19h30, começou com atraso porque o campo ficou alagado e sem condições para a prática do esporte. O espaço teve que ser drenado e a partida teve início por volta das 20h15. No mesmo bairro, a enxurrada praticamente cobriu um veículo.
De acordo com o Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri), da Unicamp, foram registrados 31,4 mm de chuva em duas horas no distrito de Barão Geraldo, onde é feita a medição nesta quarta-feira. Ainda segundo o instituto, os ventos chegaram a 89,5 km às 18h10 em Campinas.
G1

0 comentários Em:'Foi uma surpresa', afirma gerente que ajudou no resgate da cantora Sandy

Faça seu Comentario!

Ultimas Notícias

Comentarios

Entretenimentos