.

.

.

.

.

.
Loading...

Ministro catoleense Hermam Benjamim recebeu comenda e votos de aplausos da Câmara Municipal de sua terra natal


O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Antônio Hermam de Vasconcellos e Benjamim, recebeu neste sábado (19), a Comenda "Clécio Barreto" e moção de aplausos da Câmara Municipal de Catolé do Rocha.

A solenidade aconteceu na casa legislativa da cidade, a propositura de ambas as honrarias ao ministro foi do vereador José Otávio Filho (PRB), e estiveram presentes várias autoridades da cidade e da região, o Prefeito de Catolé do Rocha, Leomar Maia (PTB), o vice-prefeito, Lauro Adolfo (DEM), o deputado estadual, Galego Sousa (PP), a primeira-dama e secretária de saúde do município, Dra. Paulina Maia, o presidente da câmara do município, Cláudio de Oliveira Costa (PSDB), o propositor da comenda e dos votos de aplausos e os demais vereadores, só não estiveram presentes os vereadores Temístoclys Marinho Barreto (PR) e Gentil Barreto (PSL).


Palavra das Autoridades

O prefeito de Catolé do Rocha, Leomar Maia, visitou o bairro da Várzea com o ministro e demonstrou a importância de Hermam para Catolé, “Quero dizer ministro que todos nós aqui de Catolé e do Brasil inteiro, sentimos orgulho de ter um conterrâneo como Vossa Excelência. Ontem levei o ministro para conhecer a nova Várzea, a várzea que todos os catoleenses querem bem, fomos olhar primeiro a capela, linda, tá muito bonita, depois fomos conhecer o posto de saúde do bairro, mostrar um pouco do que temos feito por aqui” destacou o prefeito.

Lauro Adolfo, vice-prefeito falou do orgulho dos catoleenses em ter o ilustre Ministro Hermam Benjamim na sua terra natal; “Me orgulha muito de ter um catoleense que reconhece suas origens, e dizem que entre espinhos nascem flores, mas também entre flores nascem homem de bem e as flores a quem me refiro é Dona Iracema que continua abrilhantando a nossa cidade, e que dela nasceu o homem que tão bem representa a nossa terra amada”, pontuou o vice-prefeito.

O vereador, José Otávio Filho ressaltou a importância do conterrâneo e ministro Hermam Benjamim; “Estou convicto de que todos os catoleenses tem na pessoa de Hermam um conterrâneo valoroso e um exemplo de homem ético, trata-se de um grande orgulho do povo sertanejo, seja no STJ ou no TSE, o ministro Hermam Benjamim de forma independente, transparente, altiva e produtiva correspondendo aos princípios constitucionais da nação, é com este também comportamento do julgamento do maior processo eleitoral da história do país que foi a cassação da chapa Dilma/Temer nas eleições de 2014 ocorrido em junho passado, quando exercitando a democracia, a dignidade e a honradez serviu de bom exemplo para todo o Brasil”.

 “O seu trabalho Hermam, é motivo para conduzir a todos nós os nossos trabalhos, é um exemplo para essa câmara, foi o principal elaborador, pensador e autor do código de defesa do consumidor brasileiro, o quanto nós devemos a você, nós catoleenses, nós paraibanos, nós brasileiros devemos esse grande feito ao Brasil. Com a sua atuação, com a sua dignidade, com a sua honradez e com seu senso de compromisso, reacendeu na população e em todos os brasileiros a esperança de que ainda existem homens capazes de dá o seu melhor com o senso de justiça e do correto”, lembrou a vereadora Popó Maia.



Fala do Ministro

“Primeiramente quero agradecer a todos os vereadores que me prestam esta homenagem, e sobretudo o vereador Bizú (José Otávio Filho) como é carinhosamente conhecido, por ter tomado esta iniciativa. Me lembro muito bem das suas avós uma que trabalhava em um posto, que poderíamos chegar a qualquer hora que estava ela ali, tomando conta do seu negócio, e a ela como uma mulher de muito trabalho me recordo quando o vejo aqui, mas me recordo da outra avó do Bizú, Dona Evinha, sobre tudo em um momento que a prefeitura de Catolé está enfatizando à estética, à beleza, quando vejo agora é tão simples, mas tão simbólico, está quase uma floresta de palmeiras imperiais, estão hoje pequenas ainda, mais em breve, em alguns anos estarão aí exemplos altos no sentido literal da palavra ornamentando a nossa cidade, assim me recordo muito dela, que tinha esse grande zelo pela cidade, e é ai que está um exemplo que as vezes causas mais nobres não frutificam naquele momento porque não era o momento, tratar de beleza numa cidade como Catolé que vivia em um poço de miséria absoluta à 40 anos atrás, e mais ainda do verde, era quase visto como uma proposta de alienígenas, e me recordo porque era com quem eu dividia essa grande preocupação com o verde e com a cidade. Vim a este momento aqui é muito mais para relembrar e ao mesmo tempo comparar esta cidade maravilhosa que nós temos o privilégio de chamar de nossa, do passado e hoje, e ver como nós temos muita razão, não só em Catolé do Rocha como em todo país para estarmos otimistas, as vezes nem tanto, por exemplo no TSE nós estamos lutando na câmara dos deputados, no senado federal, para que tenhamos uma maior representatividade das mulheres, através de uma cota, e eu vejo aqui apenas a vereadora Popó Maia, que tem a obrigação de não só de bem representar, como na verdade bem representa, os seus eleitores, mas de representar as mulheres como um todo, nesse ponto talvez, certamente com certeza Catolé precisa avançar, e o país também não é diferente, não é apenas um problema desta cidade. Agradeço novamente a cada um vereadores individualmente, quero dizer na visita que fiz ontem a várzea fiquei muito feliz, vendo a construção de uma unidade de saúde (PSF), e lá visitei uma praça que na minha infância era um enorme lajedo, e quando se investe em praça  significa dizer que nós já não estamos num patamar de progresso apenas material, já é a preocupação de conceder e de reconhecer as pessoas sobretudo as mais humildes o direito ao belo, o direito a sentar numa pracinha, investir numa praça é algo de muito simbolismo. Catolé evoluiu muitíssimo como o Brasil, mais não há ainda um otimismo, não há essa razão para estarmos muito satisfeitos com o que temos, porque um país que viveu 500 anos da sua história alavancado no espirito familiar, era os meus, a proteção da minha família e dos amigos da família ou então no nepotismo que é uma derivação disto aí, ou então na corrupção, ninguém vai conseguir mudar tudo em um toque de mágicas”, destacou Hermam Benjamim.



Por Iam Pontes / Sertão é Notícia

0 comentários Em:Ministro catoleense Hermam Benjamim recebeu comenda e votos de aplausos da Câmara Municipal de sua terra natal

Faça seu Comentario!

Ultimas Notícias

Comentarios

Entretenimentos