Terça, 24 de Maio de 2022 09:54
(83)99637-2411
Geral Maranhão

Estudante da Rede Estadual em São Domingos do Maranhão é selecionado pelo programa Jovem Senador 2022

Nesta edição, o Maranhão teve 13.511 estudantes mobilizados, 406 professores envolvidos e 5.344 redações produzidas.

09/05/2022 14h45
Por: Redação Fonte: Secom Maranhão
- O estudante Guilherme Carvalho Bilio de Sousa, de São Domingos do Maranhão, é o representante do estado no Programa Jovem Senador 2022 (Foto: Divulgação)
- O estudante Guilherme Carvalho Bilio de Sousa, de São Domingos do Maranhão, é o representante do estado no Programa Jovem Senador 2022 (Foto: Divulgação)
9/05/2022

“O professor, meu orientador, me mandou a mensagem dizendo para eu arrumar a mala que nós vamos para Brasília. Nossa! O que eu senti foi muita gratidão, primeiramente à Deus; segundo, à minha família e aos amigos, por sempre estarem comigo; e à escola da qual faço parte, porque sempre o corpo docente incentiva bastante a gente (estudantes) a investir na nossa educação, no nosso aprendizado. Eles sempre dizem que nós somos donos da nossa história e que o conhecimento precisa ser buscado”. Estas palavras, cheias de gratidão e reconhecimento, são do estudante maranhense Guilherme Carvalho Bilio de Sousa, o representante do Maranhão no Programa Jovem Senador 2022, cujo resultado foi divulgado na sexta-feira (6), em Brasília.  

Guilherme Carvalho Bilio de Sousa, tem 16 anos, estuda na 3ª série do Ensino Médio, no Centro de Ensino Deputado Luiz Rocha, escola da rede estadual de educação, na cidade de São Domingos do Maranhão. Guilherme teve sua redação selecionada pelo 13º Concurso de Redação do Senado Federal. Ao todo, 27 estudantes foram selecionados, um de cada unidade da federação, para atuar como jovens senadores, em Brasília, onde vão vivenciar o processo legislativo no Senado e as propostas feitas por eles podem ser transformadas em projetos de lei.

Os professores orientadores das redações selecionadas também são premiados com uma viagem a Brasília, participando de uma programação específica, incluindo um curso de formação, além de acompanharem seus alunos.

O tema da redação deste ano foi o bicentenário da independência do Brasil: “200 anos de Independência: lições da história para a construção do amanhã”. Nesta edição, o Maranhão teve 13.511 estudantes mobilizados, 406 professores envolvidos e 5.344 redações produzidas. Os textos passaram por duas seleções: uma na escola e a segunda na Secretaria de Educação.

Dos 27 alunos escolhidos, a maioria é de mulheres – são 19 estudantes do sexo feminino e 8 do sexo masculino. As idades variam entre 14 e 18 anos, mas a faixa entre 16 e 17 anos de idade é a que tem mais estudantes; 20 no total. O terceiro ano do Ensino Médio é a série com mais estudantes contemplados, 16 dos 27 vencedores. A grande maioria dos escolhidos vem de cidades do interior: são 22 contra cinco residentes em capitais. 

Guilherme contou que há dois anos começou a focar no estudo das técnicas de redação, e que se inscreveu no Programa Jovem Senador motivado pela professora de Língua Portuguesa, Leuzeni Pereira. Com o professor de Redação, Josivan do Nascimento Filho, que o orientou na produção textual, Guilherme trabalhou com afinco para conquistar a vaga. E destacou a importância desse momento na vida dele.  

“Este é um momento muito importante na minha vida, porque cada conquista é um incentivo a mais para que a gente possa continuar aprimorando o nosso aprendizado. E agora, é aproveitar para aprender mais, espero que em Brasília eu possa aprender muitas coisas e, também, é uma oportunidade para conhecer outras regiões, porque eu nunca saí do Nordeste’, finalizou Guilherme.  

“O resultado foi maravilhoso e animador. O desafio do Jovem Senador foi proposto para toda a escola e houve uma grande participação. A escrita do Guilherme se destacou pela coerência argumentativa e a adequação à temática proposta. O fato da redação do Guilherme ter sido selecionada não foi por acaso, e sim fruto de muito trabalho e dedicação por parte dele, um aluno excepcional e extremamente aplicado”, reconheceu o professor Josivan do Nascimento Filho.  

Vivência em Brasília

Todos os estudantes que concorrem no concurso de redação são do ensino médio, de escolas públicas de todo o país. Além da viagem, com passagem aérea, hospedagem, alimentação e locomoção incluídos, cada jovem senador ganha um notebook como prêmio. Os professores orientadores das redações escolhidas também irão a Brasília e são premiados com notebooks. 

Os autores dos textos vencedores viajam para Brasília no período de 27 de junho a 1º de julho, quando passarão pelo processo de discussão e elaboração das sugestões legislativas na Semana de Vivência Legislativa. 

O trabalho dos jovens simula a atuação dos senadores da República, numa legislatura com quatro dias de duração. Começa com a posse e eleição da Mesa e termina com a aprovação dos projetos e sua publicação no Diário do Senado Federal. As sugestões acatadas são encaminhadas à Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH). Desde o início do programa, já foram apresentadas 54 proposições ao colegiado. Destas, 40 foram aceitas e passaram a tramitar como projetos de lei e duas seguiram como propostas de emenda à Constituição (PECs).  

Finalistas estaduais

As estudantes Carla Daniele da Cruz Gomes do CE Dr. Antônio Jorge Dino, do município de Colinas, e Ana Caroline Fernandes Gaspar, do Colégio Militar Tiradentes III, de Bacabal, foram finalistas estaduais e também concorreram nacionalmente. Elas receberão do Senado certificados de participação, assim como seus professores orientadores. Suas escolas receberão um kit com publicações do Senado Federal, para compor acervo da biblioteca.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias