Terça, 24 de Maio de 2022 09:00
(83)99637-2411
Geral Maranhão

Festival da Cachaça coloca o Maranhão em um patamar diferenciado, afirma secretário de Indústria e Comércio

Cassiano Pereira Júnior esteve no lançamento, representando o governador Carlos Brandão. Foco do evento é promover o encontro da cadeia produtiva d...

13/05/2022 11h00
Por: Redação Fonte: Secom Maranhão
Lançamento do Festival Maranhense da Cachaça, Cultura e Sabores - Foto: Divulgação
Lançamento do Festival Maranhense da Cachaça, Cultura e Sabores - Foto: Divulgação
13/05/2022

Promover o encontro da cadeia produtiva do agronegócio da cachaça artesanal e apreciar uma das bebidas mais consumidas pelos brasileiros. Esse é o foco do Festival Maranhense da Cachaça, Cultura e Sabores, que tem o apoio do Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Indústria e Comércio (Seinc), lançado na última quarta-feira (11). O secretário de Estado da Indústria e Comércio, Cassiano Pereira Júnior, esteve no lançamento, representando o governador Carlos Brandão, e destacou o patamar diferenciado que o Maranhão alcança com o festival.

“O Governo do Estado apoia o evento, pois ele coloca o Maranhão em um patamar diferenciado, uma vez que a produção da cachaça artesanal vem ganhando espaço e a gente vem se destacando nacional e internacionalmente”, enfatizou o secretário.

Apontada como uma das maiores feiras do Norte e Nordeste, o Festival Maranhense da Cachaça, Cultura e Sabores será realizado de 28 a 30 de junho, no Multicenter Sebrae. Além de vitrine para o agronegócio da cachaça, o evento quer evidenciar, ainda, os demais componentes da cadeia produtiva, como fabricantes de equipamentos, fabricantes de insumos (garrafas, tampas, rótulos e afins) e estimular os produtores para a gestão organizacional.

Anderson Galdino, presidente do Instituto Ecobio e um dos idealizadores do festival, explica o intuito do evento. “A ideia nasceu em 2018, juntamente com o Sindibebidas, pois queríamos estruturar um evento que pudesse reunir toda a cadeia do agronegócio da cachaça e da bebida maranhense. A partir daí passamos a estreitar laços com o Governo do Maranhão e demais instituições que já desenvolviam trabalhos de fortalecimento junto aos produtores, para ter um evento dessa magnitude e mostrar para a sociedade como são fortes as marcas maranhenses”, ressaltou.

Atualmente, o Maranhão conta com 450 alambiques, que produzem cerca de 2,6 milhões de litros por ano. Mesmo com uma produção significativa, apenas 17 marcas são registradas, segundo o Sindicato das Indústrias de Bebidas, Refrigerantes, Água Mineral e Aguardente do Maranhão (SindiBebidas). O Festival Maranhense da Cachaça, Cultura e Sabores tem previsão de reunir mais de 80 estandes e circulação de 30.000 pessoas nos dias de evento.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias