Sexta, 03 de Dezembro de 2021
28°

Poucas nuvens

Riacho dos Cavalos - PB

Agricultura Agricultura

Com apoio do Estado, pequenos produtores apostam na soja orgânica

A produção de soja orgânica se tornou uma aposta de pequenos produtores de Ponta Porã. Esse processo de transição do sistema convencional para o or...

22/03/2021 às 06h10
Por: Redação Fonte: Secom Mato Grosso do Sul - Mireli Obando
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A produção de soja orgânica se tornou uma aposta de pequenos produtores de Ponta Porã. Esse processo de transição do sistema convencional para o orgânico conta com o apoio técnico da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural e Embrapa Agropecuária Oeste. 

O produtor Marcos Ambrust, do Distrito de Nova Itamarati, cultivou 14 hectares de soja BRS 511 que possui resistência genética à ferrugem-asiática da soja. Através do pesquisador Rogério Franchini, a Agraer detalhou que houve intercorrências fitossanitárias, controladas por controle biológico, com grande eficiência. 

O controle de plantas “invasoras” foi feito manualmente, pelo produtor e colaboradores, gerando serviços para terceiros, já que o uso de agrotóxicos não é permitido no cultivo orgânico. No preparo da área de plantio, houve aplicação de pó de rocha, além de fosfato natural de Bonito e adubo orgânico. A expectativa é de uma produtividade entre 45 a 50 sacas por hectare. 

A primeira colheita da soja deste processo de transição da produção convencional para a orgânica foi realizada no início do mês no lote de Djones, que pertence a Cooperativa dos Agricultores Familiares da Itamarati (Cooperati). 

Na oportunidade, o diretor executivo da Agraer, Fernando Nascimento, destacou a importância do acontecimento. “É um momento histórico para a agricultura familiar, pois poderá colocar um produto diferenciado no mercado, cuja demanda cresce a cada dia, além de benefícios que o solo e os recursos hídricos receberão, com a redução do uso de produtos químicos, favorecendo a microfauna do solo e a qualidade dos mananciais”, destacou.  

Lançado ano passado pela Semagro, o Programa Pró-Orgânico tem objetivo de desenvolver as diferentes cadeias produtivas agroecológicas e orgânicas, bem como o extrativismo sustentável em Mato Grosso do Sul. Interagir com outras políticas públicas e fomentar a produção orgânica está entre os objetivos do programa.

Mireli Obando, Subcom (com informações Agraer)

Foto: Agraer

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias