Segunda, 17 de Maio de 2021 12:21
(83)99637-2411
Nordeste Veja

Corpo de jovem que desapareceu após sair de Caruaru é encontrado atrás de condomínio em João Pessoa

A perícia encontrou, no apartamento onde Patrícia esteve, além de objetos com vestígios de sangue, uma lista com pelo menos 22 nomes de mulheres. Ainda foram encontrados manuscritos perturbadores como “à noite saio para matar”, “você é muito boazinha”. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

27/04/2021 16h39
Por: Redação Fonte: ClickPB
Corpo de jovem que desapareceu após sair de Caruaru é encontrado atrás de condomínio em João Pessoa

A Polícia Militar da Paraíba encontrou, na tarde desta terça-feira (27), o corpo da jovem Patrícia Roberta. Ela desapareceu após sair de Caruaru, na sexta-feira (23), com destino a João Pessoa, onde passaria o fim de semana com um rapaz que havia conhecido. O corpo foi achado em um matagal, por trás do condomínio Geisel Privê, no bairro Novo Geisel, segundo informou ao ClickPB o coronel Barros, comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM).

A Polícia Civil da Paraíba investiga o desaparecimento da jovem de 22 anos. A mãe de Patrícia contou a polícia que, no sábado (24), a jovem entrou em contato e informou que o rapaz a havia deixado presa em casa. Já no domingo (25), por volta das 12h, Patrícia enviou uma mensagem dizendo que o homem havia chegado em casa com duas passagens para Caruaru e que os dois estariam voltando para a cidade.

Os pais da jovem chegaram a João Pessoa nessa segunda-feira (26). Segundo eles, a filha estaria em um apartamento no condomínio Irmã Dulce, no bairro de Gramame.

A Polícia Civil informou ao ClickPB que o rapaz foi identificado, mas segue também desaparecido. A Polícia Civil segue a procura do suspeito.

As peritas responsáveis por periciar o apartamento onde Patrícia Roberta esteve, no último fim de semana, encontraram, além de objetos com vestígios de sangue, uma lista com pelo menos 22 nomes de mulheres, entre eles o da jovem desaparecida. Ainda foram encontrados manuscritos considerados perturbadores como “à noite saio para matar”, “você é muito boazinha”. Tudo foi recolhido e periciado.

De acordo com a perita Amanda Melo, no apartamento foi possível encontrar vestígios de sangue em fronhas que estavam em um tanque de lavar roupas. “Elas foram enroladas e organizadamente depositadas nesse tanque de roupa suja, junto com algumas roupas masculinas. Utilizamos luz forense nelas e vimos alguns vestígios de indicativos de sêmen sobre essas roupas”, afirmou.

Na perícia, ainda foram encontradas roupas, escova de dente e demais acessórios que seriam da jovem desaparecida e que estavam em um balde de lixo. Um carro de mão, que possivelmente tenha sido usado para transportar o corpo da jovem, como relatam algumas testemunhas, foi encontrado e será periciado.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias