Sexta, 03 de Dezembro de 2021
26°

Poucas nuvens

Riacho dos Cavalos - PB

Cidades Pandemia não acabou

NADA DE FESTA DE NATAL E RÉVEILLON: Além de Cabedelo, outras cidades cancelam festividades temendo surto da covid

O secretário de Turismo e Eventos de Baía da Traição, no Litoral Norte do Estado, Josias Viana, anunciou que, este ano, não haverá comemorações de Réveillon na cidade e os eventos públicos serão retomados a partir do Carnaval de 2022.

20/11/2021 às 11h03
Por: Redação
Compartilhe:
NADA DE FESTA DE NATAL E RÉVEILLON: Além de Cabedelo, outras cidades cancelam festividades temendo surto da covid

Cabedelo e Baía da Traição já confirmaram o cancelamento das festividades de fim de ano, apesar de manter agenda das festas particulares, a justificativa é o temor por um novo surto de covid. Já a maioria das cidades, com festas tradicionais de virada de ano ainda, avalia, junto às autoridades municipais da saúde, a presença do coronavírus para saber se irá realizar as festividades.

A previsão é que essa definição saia até o início de dezembro. Algumas cidades estão com poucos casos de covid-19, porém, uma opinião comum entre algumas gestões, é que as comemorações podem atrair um grande número de turistas, aumentando a possibilidade de contágio em lugares onde a quantidade de infectados é pequena.

JOÃO PESSOA

A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) ainda aguarda o anúncio definitivo do prefeito Cícero Lucena, para poder confirmar a realização da festa e anunciar a programação do Réveillon. Estas informações dependem, entre outros critérios, do andamento da vacinação e do número de pessoas com a covid-19 na cidade.

CAMPINA GRANDE

A Prefeitura Municipal de Campina Grande, por sua vez, aguarda a publicação dos novos decretos estadual e municipal, e os cenários da pandemia na cidade para poder definir com a Secretaria de Saúde como a virada de ano acontecerá. Até o momento, seguem confirmados o Natal Iluminado, com abertura prevista para o dia 4 de dezembro, e o Carnaval da Paz, que inclui eventos religiosos, filosóficos e culturais,entre os dias 23 de fevereiro e dois de março de 2022.

Em, Bayeux, na Grande João Pessoa, a prefeitura ainda não possui planejamento definido para a festa e, atualmente, organiza as comemorações de sua emancipação política, que ocorre no dia 15 de dezembro. Neste dia, estão previstas algumas programações culturais, mas sem shows abertos ao público. A assessoria de comunicação da prefeitura informou que a expectativa é que o mesmo procedimento seja adotado em todas as festividades de fim de ano da cidade.

Cancelamentos já confirmados na Paraíba

O secretário de Turismo e Eventos de Baía da Traição, no Litoral Norte do Estado, Josias Viana, anunciou que, este ano, não haverá comemorações de Réveillon na cidade e os eventos públicos serão retomados a partir do Carnaval de 2022.

Porém, a cidade está toda aberta aos visitantes e festas privadas são permitidas. Ainda haverá a tradicional queima de fogos, a decoração natalina e a revitalização dos monumentos turísticos para acolher os turistas. “Acreditamos que é precipitado fazer a festa agora. Acompanhamos o protocolo do Governo do Estado e eventos públicos de grande porte para reunir multidões só a partir do Carnaval”, justificou Josias Viana.

Depois do Carnaval, a expectativa é voltar os eventos promovidos pela prefeitura como Semana Santa, São João no Litoral, Abertura de Verão, Baía Brega, Festival da Virada e a Emancipação Política. “Já temos uma grande procura e muitas pousadas já estão esgotadas. Porém, não vamos fazer eventos que promovam aglomeração no intuito de resguardar a população local, em sua maioria de indígenas”, apontou o secretário de Turismo.

A cidade de Cabedelo, na Região Metropolitana de João Pessoa, foi a primeira a anunciar oficialmente o cancelamento dos shows de fim de ano, diante da ameaça de uma nova onda de covid-19. No entanto, os eventos particulares estão permitidos. A prefeitura anunciará, nos próximos dias, uma programação alternativa que contará com eventos esportivos, queima de fogos e lives de artistas locais.

Festividades canceladas ao redor do Brasil

A cidade de Três Lagoas, cidade a 326 quilômetros de Campo Grande, não terá festividades de Réveillon com queima de fogos e shows no final de 2021 e nem Carnaval em 2022. De acordo com o prefeito Angelo Guerreiro (PSDB), os valores que seriam investidos nas duas festividades, serão redirecionadas para a saúde pública.

Nesta quarta-feira, dia 17 de novembro, o Prefeito Maurício Baroni de Elias Fausto anunciou o cancelamento das festas de final de ano e também do Carnaval em 2022.

O principal motivo do cancelamento é por conta da pandemia Covid-19. Embora os casos em Elias Fausto estejam praticamente nulos e não haja nenhuma internação, realizar um evento público em que ocorre aglomeração de pessoas pode ser prejudicial para que surja um novo foco da variante Covid-19.

No Sertão da Paraíba 

Em Jericó, no Sertão do Estado, o secretário de Turismo e Esportes, Teta Maia, afirmou que até agora não existe programação planejada e a pretensão é que a festa não aconteça por causa do vírus. O mesmo posicionamento será adotado em Patos, também no Sertão, e em Guarabira, no Brejo. Nestas duas cidades, seguem confirmadas apenas a programação de Natal.

No ano passado, a pandemia também foi o motivo do cancelamento de uma série de festas tradicionais de Ano Novo, na Paraíba. Os eventos geralmente aconteciam à beira- mar, nas cidades do Litoral, no Açude Velho, em Campina Grande, e nas praças centrais de vários municípios do interior. Estas não puderam acontecer devido ao crescimento do número de casos da covid-19 registrado na época.

Polemicaparaiba.com.br 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias