Sexta, 03 de Dezembro de 2021
29°

Poucas nuvens

Riacho dos Cavalos - PB

Geral Pará

Conferência Estadual das Cidades vai discutir inclusão e sustentabilidade

O Governo do Pará autorizou a 7ª Conferência, que contribuirá para políticas públicas em áreas essenciais, como habitação e saneamento básico

22/11/2021 às 22h30
Por: Redação Fonte: Secom Pará
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará

O governador Helder Barbalho assinou, na tarde desta segunda-feira (22), o decreto que autoriza a realização da 7ª Conferência Estadual das Cidades do Pará, que terá como tema “Cidades Democráticas, Inclusivas e Sustentáveis”. O evento será realizado em 2022, reunindo representantes dos 144 municípios paraenses e de diversos segmentos da sociedade para discutir diretrizes voltadas ao desenvolvimento das cidades, com ênfase na participação social e integração das políticas públicas em habitação, saneamento básico, transporte e mobilidade urbana, e regularização fundiária. O evento será realizado pelo Conselho Estadual das Cidades do Pará (Concidades/PA), com apoio e participação do governo do Estado.

Governador Helder Barbalho destacou a importância das políticas públicas que serão debatidas na Conferência das Cidades
Governador Helder Barbalho destacou a importância das políticas públicas que serão debatidas na Conferência das Cidades - (Foto: Bruno Cecim / Ag.Pará)

Paulo Cohen, membro do Conselho e representante nacional da Central de Movimentos Populares, disse que “a importância da Conferência é envolver a sociedade como um todo, no ponto de vista de políticas públicas no Estado. A 7ª Conferência é o momento de envolver os 144 municípios para discutir problemas locais e trazer para o Estado, para juntar esforços no sentido de elaborar uma política maior”.

Durante o ato de assinatura, o governador Helder Barbalho destacou a importância da Conferência para a elaboração de políticas públicas destinadas ao desenvolvimento dos municípios paraenses.

Assinatura do decreto para realização da 7ª Conferência
Assinatura do decreto para realização da 7ª Conferência - (Foto: Bruno Cecim / Ag.Pará)
“Gostaria de festejar a Conferência, e dizer que temos a determinação de garantir que a Conferência seja a mais democrática, transparente e exitosa, tendo a pluralidade das discussões e a construção de cidades planejadas e cada vez mais em sintonia com os anseios da população. O Governo dará condições para que tenhamos a melhor e mais representativa Conferência”, garantiu Helder Barbalho.

Anseios da população- O engenheiro civil Ruy Cabral, titular da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop) e presidente do Conselho das Cidades do Pará, também ressaltou a importância do evento. “É extremamente importante que nossos conselheiros traduzam os anseios e as necessidades da população. Nossos conselheiros têm grande importância nesse processo democrático de eleição das prioridades e atividades inerentes a cada município. É uma discussão de forma democrática e deliberativa, para que possamos avaliar a situação de cada município, dentro das Câmaras de Saneamento, Habitação, Transporte e Fundiário. Ao final, fecharemos uma pauta e encaminharemos ao governo do Estado, para incluirmos nos programas e estratégias de Governo os assuntos que serão discutidos com toda a comunidade”, destacou o gestor.

Helder Barbalho e participantes da solenidade de autorização do evento
Helder Barbalho e participantes da solenidade de autorização do evento - (Foto: Bruno Cecim / Ag.Pará)

Representando a Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), o presidente José Antônio De Angelis também participou da assinatura e afirmou que “é muito importante dar esse pontapé inicial, para que a gente possa discutir assuntos que envolvem as cidades, sobretudo saneamento, que é um assunto de extrema importância para desenvolver a qualidade de vida da população e, consequentemente, a saúde. A Cosanpa espera contribuir com sugestões e ideias novas, como é o caso do Água Pará, o maior programa social para a população carente, que pode se cadastrar na Cosanpa para receber até 20 metros cúbicos de água por mês. Esta é uma novidade que vamos trazer para o Conselho, para que nos ajudem a contribuir com a qualidade de vida da população”.

Entre os dias 24 e 26 de novembro, com a participação de representantes do Conselho das Cidades, dos 144 municípios paraenses e de segmentos sociais, haverá a 19ª Reunião Ordinária do Conselho Estadual das Cidades. O encontro servirá para que os membros do Conselho definam as pautas que vão nortear a 7ª Conferência Estadual das Cidades.

Por Matheus Rocha (SEDOP)
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias