Sexta, 03 de Dezembro de 2021
29°

Poucas nuvens

Riacho dos Cavalos - PB

Geral Pará

"TerPaz" comemora 2 anos de inclusão social e cidadania no bairro do Jurunas

Território será contemplado com a Usina da Paz, espaço aberto à comunidade com a finalidade de garantir a permanência do Estado, dando ênfase na prevenção à violência, inclusão social e fortalecimento comunitário

23/11/2021 às 13h15
Por: Redação Fonte: Secom Pará
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará

Oportunidade, é assim que a autônoma Aline Miranda, 28 anos, define a programa "Território pela Paz (TerPaz)", do Governo do Estado do Pará. Ela, que é moradora do bairro do Jurunas desde criança, participou da oficina de Comunicação Integrada do ‘Cenas de Paz’, projeto desenvolvido dentro do TerPaz pela Fundação Paraense de Radiodifusão (Funtelpa). 

“Atualmente, eu trabalho como cabeleireira, fotógrafa e coreógrafa, e o 'Cena de Paz' só veio agregar ainda mais no meu trabalho. Na oficina, aprendi várias coisas, uma delas foi como divulgar melhor o meu trabalho nas redes sociais, o que me ajudou a conseguir mais clientes e ter uma melhor relação com eles. Também aprendi várias técnicas fotográficas. O projeto é incrível, e está trazendo muitas oportunidades e esperança para todos nós’’, relatou a moradora.   

O objetivo da oficina é levar conteúdos diversos de comunicação, e tem duração de 72 horas/aula. Os participantes aprendem técnicas para o desenvolvimento de produtos audiovisuais e de rádio, perpassando por noções de câmera, web e edição.

Atendimentos

Segundo dados divulgados esta semana pela Câmara Técnica Intersetorial (CTI) do TerPaz, já foram realizados mais de 60 mil beneficiamentos durante esses dois anos atuando no território do Jurunas;  resultado do trabalho integrado que envolve 36 secretarias, autarquias e fundações do Estado que vêm levando política de inclusão social, segurança e diversos serviços gratuitos à população.

“O TerPaz oferta ações de saúde, capacitação técnica, subsídios para a aquisição e/ou reforma habitacional, educação ambiental, disponibilização de crédito para empreendedorismo e fomento aos arranjos econômicos locais, assim como atendimentos específicos para mulheres provedoras do lar e para os jovens, dentre outras. Ao chegar no território do Jurunas, completamos as sete áreas da região metropolitana de Belém, propostas desde o início do programa TerPaz, e conseguimos, desde então, levar essa gama de serviços públicos de transformação social. O número de atendimentos pode falar por si só. Hoje o Jurunas vive um novo momento”, informou o secretário estratégico de Articulação da Cidadania, Ricardo Balestreri.

Atualmente, as ações do TerPaz no Jurunas são realizadas em escolas públicas, delegacias, centros comunitários e instituições parceiras.

Christiano da Silva, 46 anos, é cadeirante e trabalha vendendo laranja. Segundo ele , também morador do bairro do Jurunas há mais de 40 anos, o programa tem sido de extrema importância para a comunidade. 

“O programa TerPaz veio trazer qualidade de vida para todas as pessoas aqui da comunidade e, para mim, não foi diferente. Como eu que sou cadeirante, tinha muita dificuldade em conseguir atendimento médico e agora posso realizar esse serviço sem sair do meu bairro’’, disse ele.

Ainda de acordo com os dados da CTI do TerPaz, nesses dois anos de ações, foram feitos mais de 21 mil atendimentos médicos no bairro do Jurunas, por meio do projeto TerSaúde, executado pela Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa), dentro do programa Territórios Pela Paz (TerPaz). As ações ocorrem aos finais de semana, nos sete territórios beneficiados pelo programa: Bengui, Cabanagem, Guamá, Jurunas, Terra Firme, Icuí-Guajará e Marituba. Durante as ações de saúde também são realizados cadastros para pessoas com deficiência. Um dos beneficiados com essa ação, foi José Páscoa, de 84 anos. 

“O meu pai teve um Acidente Vascular Cerebral (AVC) há alguns anos, o que afetou a locomoção Ele tinha uma cadeira de rodas, mas estava muito velha, por isso, essa ação veio em boa hora. Além da cadeira de rodas, eu também consegui emitir documentos durante as ações. O programa TerPaz trouxe uma melhor qualidade de vida para a comunidade, que havia sido esquecida a décadas’’, afirmou o filho do aposentado, o vendedor Domingos Pantoja, 61 anos. 

 

Usina da Paz

Além do trabalho que já vem sendo realizado pelo programa TerPaz, o bairro do Jurunas também será polo das “Usinas da Paz” (UsiPaz), projeto integrado ao programa estadual Territórios Pela Paz, elaborado pelo Governo do Pará e coordenado pela Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac), em parceria com a iniciativa privada.

O complexo está sendo construído na Travessa Quintino Bocaiuva, próximo à Avenida Bernardo Sayão. As obras são executadas em parceria com a mineradora Hydro, por meio de um termo de cooperação. O Estado não recebe nenhum recurso financeiro da empresa. A Usina será entregue em 2022 ao governo pronta e equipada.

O projeto consiste em um grande complexo público, em uma área de aproximadamente 10 mil m², com a finalidade de garantir a permanência do Estado nos territórios, com ênfase na prevenção à violência, inclusão social e fortalecimento comunitário.

Entre os espaços, as UsiPaz terão complexos esportivos, salas de audiovisual, salas de inclusão digital e vários outros serviços, como atendimento médico e odontológico, consultoria jurídica, emissão de documentos, ações de segurança, capacitação técnica e profissionalizante, espaço multiuso para feiras, eventos e encontros da comunidade.

Também haverá locais para cursos livres e de dança, teatro, robótica, artes marciais, musicalização e biblioteca.

Por Elizabeth Teixeira (SEAC)
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias