Segunda, 18 de Janeiro de 2021 00:21
(83)99637-2411
Brasil Luto

Veja quem são as vítimas de acidente que deixou 41 mortos em SP

Segundo os bombeiros, os funcionários eram levados para a empresa Stattus Jeans, em Taguaí.

27/11/2020 06h51 Atualizada há 2 meses
Por: Redação Fonte: G1
Veja quem são as vítimas de acidente que deixou 41 mortos em SP

Mais de 40 pessoas morreram após acidente entre ônibus e caminhão no quilômetro 172 da Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho, em Taguaí (SP), região de Avaré.

De acordo com o tenente Alexandre Guedes, porta-voz da PM, foi o maior acidente do ano nas rodovias do estado de São Paulo. A causa do acidente estava em investigação, mas a suspeita da polícia é que uma ultrapassagem teria provocado a colisão.

O passageiro do caminhão que sobreviveu afirmou que o ônibus estava na contramão da via. Além disso, o caminhoneiro não tinha habilitação para dirigir o veículo.

O G1 confirmou a identidade 23 das 41 pessoas que morreram no acidente. Até as 21h, ainda não havia lista oficial com todos os nomes e muitos corpos permaneciam no Instituto Médico Legal (IML) para serem reconhecidos.

Familiares de vítimas de tragédia com ônibus clandestino em Taguaí aguardam na frente do IML para reconhecimento dos corpos — Foto: Carlos Dias/G1
Familiares de vítimas de tragédia com ônibus em Taguaí aguardam na frente do IML para reconhecimento dos corpos (Foto: Carlos Dias/G1)

Segundo a prefeitura de Itaí, das 41 vítimas, 39 eram da cidade, uma de Taquarituba e a outra do estado do Paraná. Com isso, conforme o Executivo, haverá velório no ginásio de esportes do município.

Serão 8 vítimas por vez e haverá regras para os familiares participarem do velório. Além disso, só familiares devem entrar no ginásio, sendo apenas 10 para cada corpo por vez com as medidas de prevenção da Covid.

Veja abaixo a relação:

  • Aline Fernanda de Oliveira
  • Ana Claudia dos Santos
  • Claudinei Carlos Barbosa
  • Elisângela Aparecida Mingote
  • Gustavo Ferreira de Oliveira
  • Jean Soares Alves
  • Márcio Lima de Freitas
  • Niveo dos Santos Venâncio
  • Ramon Pereira de Lima
  • Ronivan Vilhena Augusto
  • Tiago Aparecido Auffs
  • Tais Aparecida de Oliveira Ceará
  • Valquíria de Oliveira Cruz
  • Wellington Aparecida Corrêa

Adriel Calebe Alves de Oliveira

Adriel Calebe morreu em acidente em Taguaí — Foto: Reprodução/Facebook
Adriel Calebe morreu em acidente em Taguaí (Foto: Reprodução/Facebook)

Andressa Aparecida Espadia

Andressa Espadia morta em acidente — Foto: Reprodução/Facebook
Andressa Espadia morta em acidente (Foto: Reprodução/Facebook)

Josiel Aparecido Alves

Josiel Aparecido Alves — Foto: Reprodução/Facebook
Josiel Aparecido Alves (Foto: Reprodução/Facebook)

Leonardo José Leme

Leonardo Leme morreu em acidente de Taguaí — Foto: Reprodução/Facebook
Leonardo Leme morreu em acidente de Taguaí (Foto: Reprodução/Facebook)

Lucielem Firmino dos Santos

Lucielem Firmino — Foto: Reprodução/Facebook
Lucielem Firmino (Foto: Reprodução/Facebook)

Marciele Pedroso Nunes

Marciele Pedroso Nunes — Foto: Reprodução/Facebook
Marciele Pedroso Nunes (Foto: Reprodução/Facebook)

Osani Lucio

Osani Lucio — Foto: Reprodução/Facebook
Osani Lucio (Foto: Reprodução/Facebook)

Vanessa Carolina Vieira dos Santos

Vanessa Carolina Vieira dos Santos — Foto: Reprodução/Facebook
Vanessa Carolina Vieira dos Santos (Foto: Reprodução/Facebook)

Geison Gonçalves

Caminhoneiro morreu em acidente no interior de SP — Foto: Arquivo pessoal
Caminhoneiro morreu em acidente no interior de SP (Foto: Arquivo pessoal)

Geison Gonçalves tinha 22 anos e trabalhava como motorista de caminhão. Ele morava em Castro (PR), e estava em Taquarituba (SP) para descarregar uma carga.

Segundo a mulher, o caminhão saiu de Florestópolis (PR) para descarregar em Taquarituba (SP) e depois iria para Castro (PR), cidade onde Geison morava.

Ainda de acordo com a companheira, Geison não era habilitado para categoria D, tinha apenas habilitação provisória para carro e, por isso, levava outro caminhoneiro junto nas viagens.

Camila Cristina Franco Vergueiro

Camila Vergueiro morreu em acidente entre ônibus e caminhão em Taguaí — Foto: Arquivo Pessoal
Camila Vergueiro morreu em acidente entre ônibus e caminhão em Taguaí (Foto: Arquivo Pessoal)

Camila Vergueiro tinha 28 anos e trabalhava na confecção havia cinco anos, segundo Anderson Rodrigues, marido dela.

De acordo com o pai da vítima, Márcio Pereira, a filha relatava sobre a precariedade no transporte.

“Era uma filha ótima, não tinha o que reclamar. Gostava do trabalho, se dava bem com todo mundo, não reclamava. Só reclamava às vezes do transporte, dizia que era meio precário, que às vezes quebrava. É uma coisa que a gente não quer nunca que aconteça, mas precisa seguir em frente de alguma forma”, afirmou.

O tenente diz ainda que o local é de difícil acesso e as informações ainda estão em atualização. O último balanço aponta 10 feridos atendidos em três hospitais da região: de Taguaí, Fartura e Taquarituba.

Caminhão ficou destruído após colisão com ônibus em Taguaí (SP) — Foto: Minuto do Amorim/Divulgação
Caminhão ficou destruído após colisão com ônibus em Taguaí (SP) (Foto: Minuto do Amorim/Divulgação)

Ainda conforme a polícia, algumas pessoas ficaram presas às ferragens. Os corpos dos mortos estão sendo levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Avaré.

O acidente aconteceu em um trecho de curva da Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho, que é pista simples. A rodovia SP-249 não tem pedágios. Segundo a Polícia Militar Rodoviária de Itapeva, não são comuns acidentes no trecho da rodovia onde foi registrada a batida.

A causa do acidente é investigada. A suspeita da polícia é que uma ultrapassagem teria provocado a colisão.

O Governo de São Paulo informou que montou uma força-tarefa para identificar e liberar os corpos das vítimas (veja a nota abaixo).

O Coordenador da Defesa Civil do Estado, Coronel Walter Nyakas Júnior, e os Secretários de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, e de Saúde, Jean Gorinchteyn, foram até o local para coordenar os resgates, visitar os hospitais onde estão as vítimas e agilizar a liberação dos corpos.

O Governo também convocou a população para doação de sangue no hemocentro de Botucatu para ajudar ao atendimento médico dos feridos.

Uma lista recebida pelas equipes de resgate aponta que 52 trabalhadores estariam no ônibus, além do motorista. A polícia trabalha na identificação das vítimas.

Acidente entre ônibus e caminhão deixou dezenas de mortos em rodovia de Taguaí (SP) — Foto: William Silva/TV TEM
Acidente entre ônibus e caminhão deixou dezenas de mortos em rodovia de Taguaí (SP) (Foto: William Silva/TV TEM)

Segundo os bombeiros, os funcionários eram levados para a empresa Stattus Jeans, em Taguaí.

O ônibus com trabalhadores saiu de Itaí, passou por Taquarituba e seguia até a empresa têxtil em Taguaí quando houve o acidente.

 

Fonte: G1 – Foto: Reprodução/TV

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias