Sábado, 25 de Junho de 2022 19:28
(83)99637-2411
Rio Grande do Norte Feminicídio

Mulher morta a tiros pelo marido na Grande Natal tentava se separar há 8 meses

“Ela vinha tentando se separar há 8 meses, mas ele não queria. Nesse período o Maurício inventou várias desculpas, inclusive que estava doente, ameaçou ela, tudo pra ela não sair de casa.

22/02/2022 22h29 Atualizada há 4 meses
Por: Redação
Mulher morta a tiros pelo marido na Grande Natal tentava se separar há 8 meses

A publicitária Kalina de Azevedo Marques, de 43 anos, morta a tiros pelo marido na manhã desta terça-feira (22), tentava se separar há pelo menos oito meses. De acordo com familiares, o marido – Maurício Rocha de Farias Neto, de 39 anos, – não aceitava o fim do relacionamento. Ele cometeu suicídio após matar a esposa. 

“Ela vinha tentando se separar há 8 meses, mas ele não queria. Nesse período o Maurício inventou várias desculpas, inclusive que estava doente, ameaçou ela, tudo pra ela não sair de casa. Ela já tinha alugado outro apartamento e hoje veio aqui pra buscar as coisas dela, mas aconteceu essa tragédia”, disse a irmã de Kalina, que pediu para não ter o nome divulgado. 

Para tirar as coisas de casa, Kalina chamou uma das filhas para lhe fazer companhia acreditando que assim estaria segura. Por volta das 11h, Maurício chegou, mandou a jovem sair do apartamento e se trancou com Kalina no local. Ele atirou em Kalina e se matou em seguida. 

O crime aconteceu no condomínio Top Life, que fica localizado na avenida Maria Lacerda Montenegro, em Nova Parnamirim.

G1

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias