Sábado, 25 de Junho de 2022 19:17
(83)99637-2411
Rio Grande do Norte TRISTEZA

Filhas de 5 e 7 anos viram pai assassinar a mãe e se matar em seguida em Natal, diz família

Crime aconteceu na noite de quinta-feira (3) no conjunto Parque dos Coqueiros, na Zona Norte de Natal.

04/03/2022 20h38
Por: Redação
Filhas de 5 e 7 anos viram pai assassinar a mãe e se matar em seguida em Natal, diz família

O crime que chocou moradores da Zona Norte de Natal na noite de quinta-feira (3) aconteceu na frente de duas crianças de 5 e 7 anos. As meninas eram filhas de Manuela Josino Miranda, 32, e de Maciel Ramalho, 40, que matou a ex-companheira dentro da casa da mãe dela. Após cometer o feminicídio, o homem se suicidou.

O caso aconteceu no conjunto Parque dos Coqueiros. Segundo um tio das crianças, que pediu para não ser identificado, embora tenham presenciado o crime, as meninas ainda não sabem da morte dos país. De acordo com ele, elas acreditam que a mãe está no hospital.

O crime também foi presenciado pela avó das crianças e mãe de Manuela. Após o crime, ela e as netas foram levadas para casas de parentes.

De acordo com a Polícia Civil, responsável pela investigação do caso, não havia nenhum registro de boletim de ocorrência relacionado a possíveis ameaças de Maciel contra a ex-companheira. O irmão da vítima afirmou que, embora o relacionamento fosse conturbado, a família não imaginou que a situação chegaria a esse ponto.

"A gente não imaginava que fosse acontecer uma coisa como essa. Não consigo entender ainda, a ficha ainda não caiu. Ele não aceitou de jeito nenhum, como aconteceu de outras vezes que vieram a terminar. Tinha um sentimento de posse. Quero deixar um alerta para os homens: a gente não é dono de ninguém. Quando um relacionamento não dá certo, a gente tem que seguir em frente, por mais que doa. Tem que viver e não massacrar uma família, como foi feito aqui", declarou.

Questionado se Maciel já teria ameaçado a ex-companheira, de quem estava separado há cerca de um mês, o irmão da vítima contou que somente nesta quinta-feira (3) viu troca de mensagens entre os dois. Em um dos áudios enviados por Maciel ele dizia: "Tudo que você fez comigo, você vai pagar. Lá na frente você vai pagar".

O crime

De acordo com a Polícia Militar, o homem chegou na casa de moto. Após o portão ser aberto, Maciel se encaminhou diretamente para a cozinha, atirou na cabeça da ex-mulher e depois se matou também com um tiro.

"Ele efetuou um disparo na cabeça e depois tirou a própria vida. Ele não aceitava o fim da relação que perdurava, entre altos e baixos, 12 anos", explicou o soldado Rocha, da Polícia Militar, que atendeu a ocorrência.

Para a Polícia Militar, o crime foi premeditado por Maciel, que chegou a ir até a casa da ex-mulher anteriormente.

"Ele não aceitava o fim da relação. Ele teria vindo até a casa de manhã, não encontrou a vítima, brincou com a filhas e saiu. De tarde, voltou e conseguiu encontrá-la em casa", explicou o soldado Rocha.

Fonte: g1RN

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias