Segunda-feira, 06 de Julho de 2020
SAÚDE

Ministério da Saúde anuncia parceria para vacina contra covid-19

País arcará com custos de parte da pesquisa e poderá produzir e distribuir a imunização

Publicada em 27/06/20 às 12:30h - 385 visualizações

por www.correio24horas.com.br/


Compartilhe
   

Link da Notícia:

O Ministério da Saúde anunciou neste sábado (27) uma parceria para o desenvolvimento e produção de vacina contra a covid-19 pesquisada pela Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca.

A pasta informou que o governo federal aceitou uma proposta feita pela embaixada britânica e pela farmacêutica. Assim, o Brasil vai cooperar no desenvolvimento tecnológico e terá acesso à imunização - somente, claro, se esta se mostrar eficiente.

O acordo prevê a compra de lotes da vacina e da transferência de tecnologia. Caso a vacina tenha eficácia comprovada, serão 100 milhões de doses à disposição da população brasileira. Na fase de pesquisa, 30 milhões de doses serão entregues em dois lotes - metade em dezembro desse ano e a outra metade em 15 de janeiro de 2021.

No Brasil, a tecnologia será desenvolvida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Etapas
Segundo o ministério, são duas etapas previstas. A primeira consiste na encomenda de frascos da imunização e também que o país assuma os custos de parte da pesquisa. O país se compromete a pagar pela tecnologia, mesmo com os estudos clínicos finais ainda em andamento.

Caso a vacina seja comprovadamente eficaz e segura, haverá uma segunda etapa, com a compra ampliada. Se a vacina for licenciada, a pasta estima a compra de mais 70 milhões de doses, no valor estimado de US$ 2,30 (cerca de R$12,60) por dose.

"Nessa fase inicial, de risco assumido, serão 30,4 milhões de doses da vacina, no valor total de U$ 127 milhões, incluídos os custos de transferência da tecnologia e do processo produtivo da Fiocruz, estimados em U$ 30 milhões. Os dois lotes a serem disponibilizados à Fiocruz, de 15,2 milhões de doses cada, deverão ser entregues em dezembro de 2020 e janeiro de 2021", informa o comunicado

Vacina de Oxford
Ontem, um cientista da Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que esta vacina sendo testada no Brasil é a mais adiantada do mundo e mais avançada em desenvolvimento agora.

Soumya Swaminathan ressaltou que a vacina da empresa americana Moderna, também em fase de testes, não está muito atrás da produzida pela Oxford com a AstraZeneca. s dois projetos estão entre as mais de 200 vacinas candidatas contra a Covid-19, das quais 15 já entraram na fase de testes clínicos, em humanos.

A vacina ChAdOx1 está na fase 3 de desenvolvimento, que é a última fase antes da aprovação e distribuição, e desde esta semana é testada em voluntários brasileiros. A Universidade Federal de São Paulo lidera o estudo aqui.


Fonte desta matéria: https://www.correio24horas.com.br/

O Riacho em Foco está presente em diversas redes sociais, tais como: Youtube, Instagram, Twitter, Facebook e Whatsapp:


Acompanhe o Portal Riacho em Foco pelo Twitter: (AQUI)

Instagram: (AQUI

Facebook: (AQUI)





ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 Envie informações à Redação pelo WhatsApp: (83) 9 9637-2411

Visitas: 2601027
Usuários Online: 141
Copyright (c) 2020 - Portal Riacho em Foco - É proibido. A cópia ou reprodução total ou parcial dos artigos do Blog bem como de suas imagens. Legislação pertinente. O texto ... ERIHOST Monte sua rádio agora, Tim: (19) 98122-0247